terça-feira, 9 de junho de 2015

Neymar exerce sua Fé em campo

No último Sábado 06, ocorreu a final da Liga dos Campeões da UEFA, o jogo ocorreu no Estádio Olímpico de Berlim na Alemanha.
O que me chamou a atenção nesse jogo, não foi só a conquista do Barcelona pelo título, pois sou torcedor do Braça, o que me chamou atenção mesmo, foi o agradecimento do jovem jogador Neymar. Ele não teve vergonha de expor sua fé ao público. Outros jogadores além do Neymar já exerceram ou exerce sua Fé em campo, como exemplo, Kaká, Lúcio, David Luiz entre outros.
Sei que religião e esporte não tem nada haver, mais se pararmos pra raciocinar, o Neymar não juntou religião com esporte, ele apenas agradeceu pela grande conquista que ele teve, e apesar de muitos acharem que Deus não está no esporte, errado quem diz isso, Deus está em todo lugar, em todas as conquistas, na vitória e na derrota, mais claro se a gente quiser. "Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças; porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco." (1 Tessalonicenses: 5 - 16, 17 e 18)

Devemos agradecer a Deus na vitória e na derrota, ou seja agradecer a Deus sempre, pois só ele é digno de todas as coisas. "Por esta razão, nós também, desde o dia em que ouvimos, não cessamos de orar por vós, e de pedir que sejais cheios do pleno conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e entendimento espiritual; para que possais andar de maneira digna do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus, corroborados com toda a fortaleza, segundo o poder da sua glória, para toda a perseverança e longanimidade com gozo; dando graças ao Pai que vos fez idôneos para participar da herança dos santos na luz, e que nos tirou do poder das trevas, e nos transportou para o reino do seu Filho amado; em quem temos a redenção, a saber, a remissão dos pecados; o qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; porque nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele. Ele é antes de todas as coisas, e nele subsistem todas as coisas; também ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio, o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência, porque aprouve a Deus que nele habitasse toda a plenitude, e que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra como as que estão nos céus." (Colossenses: 1 - 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19 e 20)

Nenhum comentário:

Postar um comentário